25 fevereiro 2006

Preso por ter cão, preso por não ter

Pulido Valente traçou o retrato triste de uma nação tristonha e incapaz. Em vinte e tal jogadores seleccionados por Scolari, apenas cinco ganham o pão em clubes portugueses. É a miséria nacional. Passando os olhos pelo onze inicial holandês (Nistelrooy e Van der Sar, do Manchester; Robben, do Chelsea; Meyde, do Inter; Van der Vaart, do Hamburger; Bommel, do Barcelona; Seedorf, do AC Milan, entre outros) topamos logo com a ligação intrínseca entre o desenvolvimento da pátria e o local de emprego dos craques nacionais.
----------
P.S.- Há dois anos, oito jogadores do onze inicial luso jogavam em clubes nacionais. Portugal estava assim tão bem em 2004?

Comentários

3 Comments:

At sábado, fevereiro 25, 2006 9:50:00 da tarde, Blogger Alexandre Carvalho said...

Não. Simplesmente havia uma super equipa chamada FC Porto que enviava para a selecção6 desses 8 jogadores (deco, maniche, costinha, nuno valente, ricardo carvalho e paulo ferreira).... Dá que pensar..

 
At quinta-feira, março 02, 2006 4:54:00 da tarde, Blogger Phillipe Vieira said...

alex, não querendo parecer mesquinho, quero apenas fazer uma correcção aos teus "8tugas" que jogavam em Portugal.

Eles eram o ricardo do Sporting, o deco/ maniche/ costinha/ nuno valente/ ricardo carvalho do Porto e.. Miguel do Benfica. O Paulo Ferreira perdeu a titularidade após o jogo com a Grécia, só voltando a jogar quando o Miguel se lesionou na final... eh!

 
At sexta-feira, março 03, 2006 6:23:00 da tarde, Blogger Hugo Monteiro said...

As pessoas quando dizem mal só por não ter mais nada que dizer, arriscam-se a cair no ridículo. O mundo é dos que fazem e não dos que falam dos que fazem. O futebol, por exemplo, é feito pelos jogadores, não pelos comentadores...

 

Enviar um comentário

<< Home