02 dezembro 2005

Fraquinho

A entrevista de Cavaco Silva a Judite de Sousa hoje na RTP1 mostrou que o discurso de Cavaco Silva ainda tem alguns ligeiríssimos problemas na oratória. Mas o pior mesmo foi quando voltou a usar a ladainha da independência e afirmou que durante os últimos dez anos nunca se meteu na política. Ok, «meter em política» pode ter significados diversos, mas as perguntas da entrevistadora deixaram o professor numa situação difícil da qual não conseguiu sair. Nalguns momentos chegou a ser confrangedor; noutros, raiou o catastrófico. É preciso acreditar mesmo muito num homem que fala assim para se votar nele.

Comentários

4 Comments:

At sábado, dezembro 03, 2005 6:32:00 da tarde, Anonymous nia_incubus said...

Realmente o Cavaquinho tem muita retórica, demais até!Esses ligeirissimos problemas na oratória são de estranhar num homem que"Nunca se engana e raramente tem dúvidas"!!!! A Juditinha tadita se calhar até não o queria deixar numa situação dificil...é mesmo da dicção dela***

 
At sábado, dezembro 03, 2005 7:19:00 da tarde, Blogger pedroromano said...

E, contudo, eu voto Cavaco.

 
At segunda-feira, dezembro 05, 2005 1:15:00 da tarde, Blogger ovelha_negra said...

isso entende-se Pedro. Na altura em que ele governava ainda andavas de triciclo.

 
At segunda-feira, dezembro 05, 2005 3:11:00 da tarde, Blogger pedroromano said...

Ovelha negra, andas a ter aulas de argumentação com o Mário Soares. E olha que ainda tens mais por onde pegar: também tenho formação científica.

 

Enviar um comentário

<< Home