14 novembro 2005

Decisões

Li há tempos, num blog cujo nome não consigo agora precisar, que havia dois partidos portugueses que poderiam, com alguns pequenos retoques, servir de receptáculo a uma matriz ideológica liberal.
O primeiro era o PSD; o segundo, obviamente, o CDS/PP. O PSD seria ideologicamente mais maleável - mas carregava o peso da Social-democracia; o CDS seria menos dogmático em termos de economia e dimensão da intervenção estatal - mas o facto de ter uma «doutrina» moral e ética bastante mais conservadora do que o ideal era um óbice de peso.
Pelo menos aparentemente, o CDS não está para aí virado.

Comentários

0 Comments:

Enviar um comentário

<< Home