17 novembro 2005

Blasfemar

Estado de sítio na blogosfera. CAA (do qual entretante passámos a conhecer o nome) do Blasfémias comete alguns excessos e acaba por ser veementemente censurado aqui; os termos empregues - «miserável sem qualificação», «verme», «imbecil», «lixo», entre outros mimos - não passam, apesar de tudo, de tentativas de vingar insulto com insulto e de.
Não me parece caso para se falar em «tentativa de censura» - antes em falta de educação; também não me parece que se deva dar demasiado crédito a quem acaba por se aviltar a si mesmo com o teor dos posts que escreveu.

Comentários

0 Comments:

Enviar um comentário

<< Home