27 outubro 2005

E você, já tem o segundo ano?

Atravessar as passadeiras não tem nada de estranho. É, aliás, uma coisa bastante natural, faço-o quase todos os dias e é uma actividade que poucas vezes me traz problemas. A única coisa que hoje estranhei foi a presença de um ser sisudo que calcorreava a travessia a meu lado mas que, ao contrário de mim, fazia este trajecto vezes sem conta, uma espécie de prazer mórbido (líbido urbano?) que apenas consegui interpretar devidamente quando li nas suas costas a palavra «Caloiro» e vi, no outro lado da rua, meia dúzia de indivíduos vestidos de preto a incentivar devidamente a assexuada criatura. Esta acatava as ordens e mantinha-se placidamente a interromper o trânsito enquanto que os seus envelhecidos colegas se justificavam perante os condutores indignados com a situação: «sabe como é, ele está na passadeira!». Ora aí está, na passadeira, pois claro. Não há nada como chegar ao segundo ano da universidade. É que as desculpas às vezes até parecem inteligentes.

Comentários

1 Comments:

At sábado, outubro 29, 2005 2:26:00 da manhã, Anonymous Pedro Bastos said...

Boa:)
Bom blog.

 

Enviar um comentário

<< Home