26 outubro 2005

Curioso

Já tinha ouvido criticar Cavaco por muitas coisas. Agora pelas privatizações? E eu que pensava que o argumento maior dos seus opositores era precisamente o estatismo e o excessivo papel que o «seu» Estado desempenhava na economia. Mas mais sinais abundam: pelo menos aparentemente, para a cronista em causa a esquizofrenia de um pequeno batráquio - digamos, um sapo - torna-se patente quando este afirma que já não é girino - não sou o que sou mas o que um dia fui e o facto de já não o ser não tem implicações de maior para o que de facto sou ou deixo de ser.
Vá lá, vá lá, pelo menos desta vez não foi preciso recorrer ao velho truque do «leitor devidamente identificado»...

Comentários

0 Comments:

Enviar um comentário

<< Home