05 junho 2005

A pequena caixa cinzenta

"O Número Primo" nunca está satisfeito.
Sim, tivemos uma óptima entrada no mercado - ao quarto Post já tínhamos 13 comentários -, mas ainda conseguimos fazer melhor. E estamos em crer que, com o progressivo incremento de temáticas tocadas pelo nosso blog, o número de comentadores aumentará exponencialmente.
Assim, depois de temas tão diversos como a actualidade ("Fumo Branco"), o futebol ("Onde está o Campeão Europeu?"), a política ("Semana das facas longas"), o humor ("Prémios 2004/5"), a imprensa cor-de-rosa ("Vida na primeira pessoa") e até os maravilhosos quebra-cabeças ("Era uma vez..."), eis que apresentamos um Post sobre a popularíssima Televisão!
Tentámos, num exercício de imaginação e criatividade, pegar em alguns programas de sucesso e "povoá-los" com novos actores.
Pois vejam o resultado:
----------
Fiel ou infiel (programa da TVI, sextas à noite):
Santana Lopes (à altura ainda Primeiro-Ministro) decidiu pedir o teste para ver se o seu companheiro, Jorge Sampaio, lhe é fiel.
Em poucos minutos, depois das apresentações feitas e trocados alguns cumprimentos de circunstância, o apresentador do programa, João Kléber, dá início ao teste.
As imagens começam então: José Sócrates, actor profissional ao serviço do programa, convida Sampaio para um café no Palácio de Belém, convite prontamente aceite pelo outro.
A conversa, sempre amena e cordial, começa a aquecer poucos minutos depois.
"Olha, olha bem Santana, ele tá pondo a mão na perna do Sampaio e ele tá deixando!", grita o extasiado João Kléber. "Na altura da verdade ele não vai ceder", garante Santana.
Não é, contudo, o que acontece. Sócrates pergunta a Sampaio como vai o seu relacionamento. "Já esteve melhor", volve o envelhecido Presidente, acrescentando que "ele é muito trapalhão, esquece-se sempre de me trazer rosas, de me mimar... E às vezes leva uns amigos muito broncos para casa, como aquele Morais Sarmento, que só pensa em viagens e mergulhos em Cabo Verde".
"Ele tá falando mal de você! Ele não gosta de você!", grita Kléber. Nesse momento, Sócrates puxa Sampaio para o seu lado e senta-se no seu colo. "Ele tá deixando, ai meu Deus, ai meu Deus, eles vão se beijar! Eles vão se beijar, eu não quero ver, eu não quero ver!", continuar Kléber. Quando lhe perguntam se quer continuar a ver a gravação, Santana é peremptório: "Sim. Não acredito que ele vá acabar com o relacionamento."
Os ânimos aquecem. Sócrates tira a camisola e deita-se por cima de Sampaio. E o beijo acontece. Sampaio convida Sócrates a formar Governo. Ele acede.
O vídeo é interrompido. Sampaio entra na sala com um ramo de flores e diz que o relacionamento estava insustentável, pedindo desculpa. Santana responde: "Como é que pudeste acabar com tudo?! Não tive tempo de te mostrar que sou bom, foram só 3 meses", termina ele. "Mas as coisas não funcionavam", diz Sampaio. "Mas eu perguntei-te 3 vezes se querias acabar - 3 vezes! E tu por 3 vezes disseste que não!", dispara Santana, tentando de seguida agredir Sampaio; mas os seguranças impedem-no. Tentam levá-lo para fora do estúdio. Santana, antes de desaparecer por detrás das câmaras, olha para Sampaio e, de cenho franzido, atira: "Não vais ter sossego... Eu vou andar por aí..."
----------
Wrestling: RAW (programa da SIC Radical, sextas à noite):
Miguel Portas já está preparado. O desafio lançado na véspera foi prontamente aceite pelo seu opositor de hoje, Paulo Portas, que tem do seu lado o seu empresário, Nobre Guedes.
O árbitro convidado, o sempre imparcial Francisco Louçã, dá início à contenda. Miguel é o primeiro a atacar, com poderosas chapadas no peito do seu irmão. Mas Paulo é rápido e responde com um forte gancho de esquerda, para de seguida aplicar 3 "German Suplexes" seguidos. Tenta o "cover" mas Miguel consegue tirar o ombro do chão. E agora é ele que ataca: um soco em cheio na cara e um "clothesline from hell" encostam Paulo às redes.
Vai ser agora. O Eurodeputado pelo Bloco espera que o adversário se levante e vai a correr contra ele, preparando-se para aplicar um "Spear", mas, incrivelmente, o ex-Ministro da Defesa consegue sair da frente e o agressor acaba por bater com a cara nas cordas. Miguel está mal; começa a sangrar abundantemente da testa e Paulo aproveita para lhe aplicar um "Chokeslam" que o deixa estendido no chão. Está perto de ganhar. Deita-se e faz o "cover" mas, num momento de raiva, Miguel consegue erguer o ombro e tira um saco de haxixe das calças, atirando-o para a cara do irmão. Nobre Guedes fica escandalizado, olha para o árbitro mas Louçã manda seguir, afirmando que drogas leves são legais.
Paulo, ainda tonto, tenta esbofetear o Miguel Portas para ganhar algum tempo mas este dá um murro nos seus testículos. "Golpe baixo!", grita Nobre Guedes. Louçã, novamente, nada assinala. "Levantamento popular, levantamento popular!", berra o exasperado Nobre Guedes.
Mas, para espanto de todos, Paulo consegue a reviravolta com um fantástico "619" e faz o cover. Passam 3 segundo mas o árbitro nada assinala. Paulo, visivelmente cansado, grita pela presença do árbitro, mas de nada lhe vale - Louçã está absorto a fumar um charro. Miguel aproveita a desatenção e liberta-se do seu adversário, colocando-lhe a cabeça entre as suas pernas (neste momento, o eleitorado homossexual do Bloco de Esquerda entra em delírio). Paulo esperneia mas não se consegue soltar. Miguel olha para a plateia, baixa os polegares e aplica-lhe um poderosíssimo "Aborto PowerBomb", deixando-o estendido no tapete. Louçã bate com a mão 3 vezes no chão e o combate termina.
----------
Um contra todos (programa da RTP1, às 21:30):
O programa tem agora um novo formato: o jogo passou a ser não um-contra-todos mas sim um todos-contra-todos. O apresentador, Carlos Cruz (acabadinho de sair da prisão) dá o mote: "Qual é o 2º Princípio da Termodinâmica?" O primeiro concorrente, Pedro Barbosa, responde: "Bem... eu de dinâmica percebo pouco..." Carlos Cruz, chateado, decide passar ao concorrente seguinte: "Muito bem, quer tentar você, Benni McCarthy, jogador do... Au! Oh homem, então você dá-me uma cotovelada?" "Desculpe, é do hábito. A resposta é o aumento constante da Entropia num sistema fechado" "Muito bem, você acertou! Agora, próxima pergunta: Quando ocorreu o horrível holocausto?" "Ora, não diga isso", volve Pinto da Costa, "aquilo não foi um crime. Simplesmente em zona de festejos Nazi apareceram uns polacos a provocar... por isso não sei de que é que você se queixa!" "É o sistema a falar, é o sistema a falar", atira Dias da Cunha, pouco antes de tombar morto com uma apoplexia. "Vamos passar à frente", diz Cruz, "Qual foi o primeiro Imperador do Sacro-Império Romano-Germânico, na Europa?" "O que é um homem?", pergunta José Castelo Branco. "O que é a Europa?", pergunta George W. Bush. Neste momento o programa é interrompido para um especial Informação: Luís Campos foi contratado pelo Benfica.

Comentários

4 Comments:

At domingo, junho 05, 2005 10:54:00 da manhã, Blogger Monique Mendes said...

Pedrinho como de costume 'tá muito grande para um post só, mas tenho de te dizer que li TUDINHO!! 'Tá do melhor!!
Só mesmo tu para me fazer rir, a sério!!
Continua rapaz que 'tás no bom caminho!
Os três "programas" estão excelentes!!!
Beijinhos e estuda muito ;)
és grande Romano

 
At domingo, junho 05, 2005 11:40:00 da tarde, Anonymous Lau said...

Excelente....

bjinhs***

 
At terça-feira, junho 07, 2005 3:51:00 da tarde, Blogger Phillipe Vieira said...

Meu colega de blog, devo dizer que este post devolve-me à lembrança os teus primeiros passos no Mundo bloguista!!! Continua... juntos chegaremos aos 10 000.

 
At terça-feira, junho 14, 2005 11:05:00 da tarde, Anonymous Eva Xavier said...

tá muito divertido,ri-me imenso. continua seu grande maluco.beijos da Eva

 

Enviar um comentário

<< Home